História da Matemática

segunda-feira, setembro 04, 2006

Sofia Kowalevski

Geômetra russa

Foi uma das maiores inteligências femininas surgidas, até agora, na face da Terra. Além de conhecer profundamente a Matemática, a Física e a Mecânica Celeste era novelista dotada de invulgar imaginação.
Escrevia e falava corretamente em quatro idiomas. Recebeu, em 1888, o prêmio Bordin conferido pela Academia de Ciência de Paris. Casou-se com o sábio paleontólogo russo Waldemar Kowalevski, homem de espírito aventureiro que, num momento de loucura, praticou o suicídio. Viúva e sem recursos, Sofia Kowalevski viu-se forçada a lecionar Matemática para manter sua família. Faleceu em 1891, na cidade de Estocolmo, com quarenta anos de idade. Conta-se que os alunos, que freqüentaram os cursos de Sofia Kowalevski, proclamavam cheios de admiração. "Essa professora é maravilhosa; consegue ser mais bonita e mais interessante do que a própria Matemática.

De acordo com o site: http://www.hmat.hpg.ig.com.br/